NUTRIÇÃO E A SAÚDE DA MULHER

 

                                                                        nutricaoGestacao

MARIA PAULA CARLINI CAMBI

 

O sonho de ser mãe, é algo que depende de vários fatores para ser realizado.

A saúde feminina é um deles, o que inclui uma nutrição saudável, rica em nutrientes essenciais que permitam que esta futura mãe, possa ter a felicidade de gerar seu filho com tranqüilidade e segurança para si e seu bebê.

 

 

ANTES DE CONCEBER

 

Muitas mulheres queixam-se que não conseguem êxito nas tentativas para concretizar a gravidez. Alguns estudos científicos recentes demonstram que as mulheres devem atentar sobre o seu peso corporal, pois ele representa um parâmetro de saúde e que pode ser um empecilho para a gravidez. Tanto as excessivamente magras, que possuem pouquíssima gordura corporal, como as com excesso de peso, possuem extremos, mas importantes indicativos de dificuldade para engravidar.

Um planejamento prévio da alimentação, com nutrientes em harmonia, pode-se chegar no peso ideal para preparar seu corpo para receber este feto tão desejado. Para isso procure orientação profissional com cardápios individualizados de acordo com a sua necessidade.

 

 

DURANTE A GESTAÇÃO

 

Estar grávida é um momento mágico, repleto de transformações, dúvidas, medos, mas sobretudo, de muita alegria.

A mãe de primeira viagem tende a ler o resultado do exame várias vezes para se certificar sobre o fato, ficar ansiosa em pensar que demorará em média quarenta semanas para ver o rostinho do seu bebê. E portanto terá tempo para pensar como serão os olhos, os cabelos, o nariz, a boca deste ser maravilhoso, já tão desejado e amado, que se desenvolve em seu ventre.

Mas, com certeza, uma mulher consciente e preparada, antes de tudo, pára para pensar nas suas mudanças corporais e a demanda de nutrientes que o feto provocará para se desenvolver com saúde. E por isso, deve se preocupar com uma alimentação equilibrada em vitaminas como o folato e minerais como cálcio e ferro, essenciais para o bebê. Um nutricionista poderá auxiliá-lo no processo de ganho de peso, necessário para o crescimento fetal, mas também prejudicial se ocorrer de forma excessiva, equilibrando o controle de ingestão calórica.

Além disso, as futuras mães podem ter inúmeras intercorrências nutricionais como náuseas, vômitos que limitam sua ingestão alimentar e causam depleção nutricional. Quando bem orientadas, as gestantes tendem a sentir-se bem e a ter um parto tranqüilo, no tempo planejado.

 

 

 

DOENÇAS DURANTE A GESTANTE

 

Algumas doenças graves podem se desenvolver durante a gravidez, dentre elas a pressão alta e o diabetes gestacional.

Para evitar essas complicações, o nutricionista pode intervir desde o início da gestação, para manter o ganho de peso adequado para a semana gestacional. Com uma alimentação equilibrada e controle dos exames laboratoriais é possível prevenir este tipo de doença que pode ser muito perigosa para a gestante e para o feto, podendo provocar por exemplo o parto prematuro.

Portanto a prevenção deverá ser a tônica desta fase tão maravilhosa, mas que demanda cuidados da futura mãe.

 

 

APÓS A GESTAÇÃO

 

Depois do período gestacional, temos outra fase igualmente importante: a da amamentação e retorno do seu peso ideal.

Os alimentos interferem diretamente no processo de amamentação podendo causar cólicas e conseqüentemente muitas preocupações para os pais.

 

Procure um Nutricionista para esclarecer e orientar sua alimentação neste período tão especial de sua vida.